“Nem Lula, nem Bolsonaro”, diz Reguffe sobre condição para nova sigla

 


O senador José Antonio Reguffe (Podemos) afirmou, nesta terça-feira (22/3), que a condição estabelecida para que ele formalize a filiação ao União Brasil é que o partido garanta não caminhar com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nem com o atual chefe do Executivo federal, Jair Bolsonaro (PL).

“Minha condição sempre foi essa: estou conversando com esse partido, mas a minha condição sempre foi clara: nem Lula, nem Bolsonaro”, afirmou.

A declaração ocorreu após a publicação da reportagem sobre as conversas do congressista com a sigla, por onde ventila a intenção de sair candidato ao Governo do Distrito Federal (GDF).

A legenda, que surgiu a partir da fusão do DEM e do PSL, abriga importantes aliados do presidente Jair Bolsonaro (PL), como o ministro da Justiça, Anderson Torres.

Embora Reguffe esteja mantendo conversas recorrentes com integrantes do União Brasil e de seu próprio partido, ele só deve bater o martelo e anunciar a decisão no limite do prazo que terá para definir seu abrigo partidário, em 2 de abril.

As pesquisas apontam que Reguffe está entre os personagens lembrados para os cargos majoritários.

Por, Caio Barbieri

Fonte: www.metropoles.com

Postar um comentário

0 Comentários