Urgente: Sérgio Cabral consegue vitória inédita e tem parte da pena revertida em prisão domiciliar


A Primeira Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiu nesta segunda-feira (13), por unanimidade, determinar a substituição da prisão preventiva do ex-governador do Rio Sérgio Cabral por domiciliar. De acordo com o voto da relatora, a desembargadora federal Simone Schreiber, o político deverá cumprir também as medidas cautelares de uso de monitoramento eletrônico e proibição de contato com investigados e réus da Operação Lava Jato.
No entanto, a determinação é válida apenas para o processo da Operação Eficiência, que investigou crimes de lavagem de dinheiro, que consistem na ocultação no exterior de aproximadamente US$ 100 milhões. Dessa forma, Sérgio Cabral vai continuar cumprindo as prisões preventivas determinadas em outros quatro processos.
A decisão desta segunda-feira é a primeira favorável ao ex-governador fluminense no âmbito do Tribunal Regional Federal do Rio de Janeiro. Cabral está preso desde novembro de 2016 e, atualmente, se encontra detido no Batalhão Especial Prisional em Niterói, na Região Metropolitana do Rio.

Postar um comentário

0 Comentários