Ônibus tomba em rodovia de SP e deixa ao menos seis mortos

 

Acidente ocorreu no km 75 da rodovia Oswaldo Cruz, região de Ubatuba, que ficou interditada durante trabalho dos bombeiros
O tombamento de um ônibus de turismo por volta das 6h deste sábado (13) deixou ao menos seis mortos, entre eles uma criança, na rodovia Oswaldo Cruz, em trecho na região de São Luiz do Paraitinga, interior de São Paulo. De acordo com informações iniciais do Corpo de Bombeiros, pelo menos 34 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas a prontos-socorros das proximidades.

O ônibus saiu de São Paulo com destino a Ubatuba, quando tombou na altura do km 75 da rodovia, no trecho da serra – dez viaturas dos bombeiros e um helicóptero da Polícia Militar prestaram apoio. A via foi totalmente interditada durante os trabalhos dos bombeiros e do Samu.
Segundo os bombeiros, 34 vítimas foram socorridas e levadas ao pronto-socorro de Ubatuba, nove ao Hospital Regional de Taubaté e três para São Luiz do Paraitinga. Cerca de 12 pessoas saíram ilesas do local do acidente, disse a corporação.
Em nota, a Santa Casa de Ubatuba informou que atendeu até o momento 34 vítimas do acidente – uma faleceu. “A direção do hospital filantrópico está priorizando os atendimentos às vítimas do acidente e, por esse motivo, só está atendendo os casos de emergência. Os outros casos estão sendo encaminhados para o Unidade de Saúde do Ipiranguinha. As visitas também foram suspensas”, disse.

A Prefeitura de Ubatuba comunicou que mobilizou para prestar apoio às vítimas os profissionais da Santa Casa, Defesa Civil, Guarda Metropolitana, Samu, além das secretarias de Saúde, Assistência Social e Segurança Pública
Flavia Pascoal, prefeita de Ubatuba, ligou para o prefeito de Caraguatatuba, José Pereira de Aguilar Júnior, que também presta apoio na operação de atendimento às vítimas. “Em nome do prefeito de Caraguatatuba, que desde cedo nos ajudou buscando caminhos para as transferências das vítimas serem consolidadas para o Regional de Caraguatatuba, com qualidade e preservando as vidas, quero agradecer aos prefeitos da região que estão sendo muito solidários”, disse Flavia.

Segundo a empresa responsável pelo ônibus de turismo, “uma equipe médica da seguradora está em contato com os hospitais para dar atendimento às vítimas”. A empresa afirmou que o ônibus havia sido fretado para viagem de “bate e volta”.

R7 SÃO PAULO

Postar um comentário

0 Comentários