Esposas de traficantes da Maré, proíbe “Mulher-Gato” de entrar na favela

 

Presa por suspeita de roubo, a travesti Luana Rabelo, conhecida como Mulher-Gato, confessou ser amante de alguns dos chefes do tráfico do conjunto de favelas da Maré, na Zona Norte da capital fluminense.

A travesti contou ao delegado Marcus Vinícius Amin, da Delegacia de Repressão a Entorpecentes, que vem sendo ameaçada pelas esposas dos traficantes, com os quais se relaciona.

Ela foi proibida de circular pela região.

Roubo e drogas

Conforme informações das autoridades policiais, a prisão da Mulher-Gato foi para cumprir um mandado de prisão contra ela por roubo e envolvimento com o tráfico de drogas da Maré.

Luana Rabello é bastante conhecida no Baile da Disney, no Complexo da Maré.

Em março, um policial militar foi vítima do golpe “boa noite Cinderela”que teria sido aplicado pela travesti e uma outra amiga.

Fonte: RADAR DF

Postar um comentário

0 Comentários