Começou a campanha da Meio Norte para tentar salvar o candidato do Governo do Piauí


A Meio Norte começou sua campanha eleitoral para 2022 e já tem candidato. Seu nome é Rafael Fonteles, o menino do ICMS. Ao lermos a matéria, é claro o foco na propaganda do petista. Vamos aos números:
Segundo duas pesquisas Amostragem, Silvio Mendes tinha 40,07% das intenções de votos em setembro e 28,19% em outubro, uma queda de 12 pontos em apenas um mês. Agora, pergunto-lhes: qual foi o fato novo que tirou 12% das intenções de voto de um candidato nos últimos 2 meses?
Nenhum candidato, em um período de pré-campanha, perderia tanto num período tão curto.
Já Rafael foi de 20,65% em setembro para 21,59%, ou seja, em um mês, ele cresceu 0,94% e se manteve dentro da margem de erro que é de 2,19% e pode não ter crescido nada.
A matéria é tão tendenciosa que elogia, diretamente, Rafael Fonteles, afirmando que ele "cresceu bem" na pesquisa espontânea, que deu 2,95% para Rafael Fonteles e 2,40% para Silvio Mendes.
De acordo com a pesquisa, Gessy Fonseca tem 4,35% das intenções e o pré-candidato Washington Bonfim foi mencionado por 3%.
Agora, a cereja do bolo da pesquisa: o apoio de Lula - Rafael teria 69,57% quando seu nome é associado ao de Lula enquanto outro candidato apoiado pelo presidente Bolsonaro teria apenas 13,19%.
Perceba que o nome de Rafael Fonteles é associado diretamente ao de Lula, enquanto com o presidente Bolsonaro é apenas chamado de "outro candidato", podendo se referir a qualquer um.
Rafael Fonteles, fazendo campanha eleitoral ilegal 24 horas por dia e usando a máquina e muito dinheiro público não cresceu nem 1% e essa é a verdade sobre o pé de chumbo que preocupa os petistas.
Mesmo forçando a barra com pesquisas estranhas, o pretenso candidato começa a preocupar dentro da base governista pelo seu lento crescimento mesmo gastando tanto dinheiro.

E nem as pesquisas poderão salva-lo...

Postar um comentário

0 Comentários