NOVAS REGRAS| Governo do DF pode restringir entrada no aeroporto e rodovias da capital federal

Decreto prevê “juramento sanitário” na entrada do Aeroporto de Brasília. Pessoas vindas da Espanha, Itália, Irã, França, Coréia do Sul, China e Estados Unidos devem permanecer em quarentena

Novas regras publicadas no Diário Oficial do DF determinam que viajantes de origem internacional façam “juramento sanitário”, ao informar o seu estado de saúde. Também permite ao Executivo restringir locais de entrada por rodovias e aeroporto.
O decreto estabelece que pessoas vindas da Espanha, Itália, Irã, França, Coréia do Sul, China e Estados Unidos devem permanecer em quarentena por 14 dias mesmo sem apresentar sintomas.
Quem descumprir essas medidas fica sujeito a responder criminalmente, o projeto é de autoria do deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos).
A Inframérica, empresa que é responsável pelo Aeroporto de Brasília já vem adotando uma série de recomendações para evitar a disseminação do coronavírus.
A empresa afirma que vem seguindo as medidas sanitárias exigidas, além da higienização do terminal, separação das cadeiras e da sinalização de distância segura em filas, balcões e elevadores.
Devido a pandemia do novo coronavírus o aeroporto Internacional de Brasília teve uma queda de 96,5% do movimento de pessoas comparado ao mesmo período do ano passado.
No entanto, no mês passado, oito voos foram retomados para destinos nacionais.

Fonte: Radar DF

Postar um comentário

0 Comentários