Jornalista é assassinado a tiros enquanto fazia entrevista em Araruama




Leonardo Pinheiro, de 39 anos, também era candidato a vereador pelo partido Patriota e mantinha a página 'A Voz Araruemense'
Rio - Um jornalista foi morto a tiros, na tarde de quarta-feira (13), no bairro Parati, em Araruama, na Região dos Lagos. Leonardo Pinheiro, de 39 anos, também era candidato a vereador pelo partido Patriota e mantinha a página "A Voz Araruemense", onde compartilhava reportagens que fazia nas ruas. Segundo informações preliminares, Leonardo fazia uma entrevista quando homens que estavam em um carro se aproximaram com o veículo e atiraram contra ele.
De acordo com a Polícia Militar, o 25º BPM (Cabo Frio) foi acionado para verificar ocorrência na região. No local, os militares encontraram Leonardo. A área foi isolada para perícia e a ocorrência foi registrada na 118ª DP (Araruama).
Nas redes sociais, o Diretório Estadual do Patriota do Rio de Janeiro lamentou a morte. "É com muito pesar que o diretório estadual do Patriota do Rio de Janeiro comunica a morte do nosso filiado e pré-candidato a vereador por Araruama Léo Pinheiro. Ele esteve à frente do projeto Casa da Família, em que demonstrava toda sua vocação comunitária no sentido de auxiliar o povo daquela cidade da Região dos Lagos. Lamentamos profundamente que a vida de um companheiro nosso tenha se perdido graças a mais um de tantos casos de violência no estado do Rio de Janeiro".
Em nota, a Polícia Civil informou que foi instaurado um inquérito para apurar o crime. A perícia foi realizada no local e diligências estão em andamento. No entanto, o caso segue sob sigilo.
Disque Denúncia pede informações sobre crime
O Portal dos Procurados divulgou um cartaz para ajudar a 118º DP (Araruama) com informações que possam levar a identificação e localização dos envolvidos na morte de Leonardo.
Léo Pinheiro, como era conhecido, esteve à frente do projeto Casa da Família, no bairro de Bananeiras. Ela deixa esposa e um filho.
Quem tiver qualquer informação a respeito da identificação e localização dos assassinos do jornalista, favor denunciar pelos seguintes canais: WhatsApp do Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procuradosrj/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular – Disque Denúncia – . O Anonimato é garantido.
Todas as informações serão direcionadas para a 118º DP (Araruama), que está encarregada do caso e do inquérito criminal.

Postar um comentário

0 Comentários