Ex-pré-candidato à Presidência da República, Alessandro Vieira pede desfiliação do Cidadania



 

O senador Alessandro Vieira, ex-pré-candidato à Presidência da República, pediu para se desfiliar do Cidadania. Ele usou a conta dele em uma rede social para informar sobre o pedido, na tarde deste sábado (12).


Em nota, o parlamentar informou que a saída é motivada pela permanência do ex-ministro e ex-deputado federal Roberto Freire no cargo de presidente nacional do partido, o que segundo Vieira, rompe com o compromisso de renovação do Cidadania. A permanência de Roberto Freire foi possível após alteração no estatuto da sigla, que ele comanda há mais de 30 anos.


“Ingressei no Cidadania em dezembro de 2018, em um contexto de renovação política e modernização partidária, que foi materializado no Estatuto, com vedação às reeleições infinitas e abertura para os novos movimentos sociais. A pretensão era justamente representar o anseio popular por um partido moderno e diverso”, lamentou.



Alessandro Vieira oficializou o pedido de desfiliação durante o Congresso Nacional do Cidadania, que acontece neste sábado (12), de forma virtual. A partir de agora, o processo é aberto para que a desfiliação se concretize.


Quando questionado sobre qual partido deve se filiar, Vieira informou que os próximos passos serão definidos juntamente com os parceiros da construção política em Brasília e em Sergipe.

          FONTE: g1.globo.com

Postar um comentário

0 Comentários