Ministro do STJ determina depoimento imediato de Witzel e apreensão de celular



O ministro do STJ Benedito Gonçalves, relator da Operação Placebo, determinou que a Polícia Federal realize a “oitiva imediata” de Wilson Witzel, da primeira-dama, Helena Witzel, e de outros alvos da investigação, informa Luiz Vassallo na Crusoé.

O celular do governador foi também requisitado pelo magistrado.

Os inquéritos foram divididos. Hoje, o governador do Rio é alvo de três investigações diferentes. A primeira delas foi deflagrada hoje, autorizada pelo ministro Benedito Gonçalves a pedido da subprocuradora-geral Lindora Araújo – que criou um grupo exclusivo para o chamado Covidão.

Postar um comentário

0 Comentários